Anedotas Porcas 

 

A mamã voltou a casar-se ...
Certo dia, alguém perguntou ao filho :
- Então dás-te bem com o teu novo papá?
- Dou, ele até me está a ensinar a nadar !
- Então e já sabes nadar ?
- Agora já me desenrasco mais ou menos, já nem tenho de pedir ajuda a ninguem para sair do saco quando ele me atira à água !

 

Havia uma professora que não tinha ensinado nada aos alunos, e então recebeu uma carta a avisá-la que iria receber em breve a visita de um inspector.
Ela então explicou aos alunos o que se ia passar, e que eles não deveriam ficar nervosos, e que quando não soubessem alguma coisa que ele lhes perguntasse, que olhassem para ela que ela iria arranjar uma maneira de ajudá-los.
Assim foi, no dia da visita o inspector escreve no quadro a letras grandes CANETA.
- Pode ser esse menino aí na primeira fila. Leia isto em voz alta.
O garoto olha para a porfessora, que enquanto o inpector estava a escrever pegou numa caneta e começa a soletrar :
- Ca-ne-ta!
- Sim senhor, agora isto. - e volta a escrever, desta vez BORRACHA - Você aí ao lado agora.
Mesma cena, e o garoto:
- Bo-rra-cha!
- Hmm afinal isto não está assim tão mal quanto diziam. Bem mais uma vez, agora aquele menino lá no fundo. - e ele escreve SINO
O garoto aflito a olhar para a professora que estava a sacudir a mão fechada para cima e para baixo como quem está a tocar o sino.
- Pu-nhe-ta!

 

A Isabel casou-se e foi morar para o andar de cima, mas mesmo assim continuava a comer com os pais.
Certo dia a mãe chama a Isabel e ela:
- Já vou mãe, não demoro.
Diz o Xico (o irmão mais novo):
- Não demora não!... Eu sei o que é que eles estão a fazer.
A mãe:
- Deixa de ser parvo e cala-te! Isabel, anda pra mesa!
- Já vou mãe!
- Ehehe eu sei o que eles estão a fazer!
O puto leva um tabefe e cala-se.
Passado quase meia hora:
- Isabel, filha, despacha-te que a comida fica fria!
Diz a filha quase a chorar:
- Oh mãe já vou ...
O Xico então desata-se a rir :
- Eu sei o que eles estão a fazer ... A Isabel pediu-me o tubo da vaselina e eu dei-lhe o da cola!!!!

 

Estava uma senhora a conversar uma criança magra e esfarrapada que brincava à beira da estrada.
- Pobre criança. Que faz o teu pai?
- O meu pai? Bebe!
- Bem me parecia. E a tua mãe?
- Também bebe!
- Lamentável! Tens irmãos ?
- Só um ... Os outros morrerram todos quando eram pequeninos ...
- Pois, não me admira! E o que faz esse teu irmão?
- O meu irmão está na faculdade de medicina.
- Na Faculdade de medicina !?!? Mas isso é formidável! O que é que ele lá faz?
- Está num frasco de álcool.

 

Uma rapariga ía a passar por um atalho no regresso da escola quando um fulano qualquer a agarra pela cinta, a leva para o interior do bosque e a viola. No fim, o gajo talvez por remorsos:
- Agora que é que vais contar à tua mãe quando chegares a casa?
- Digo-lhe que a caminho de casa fui arrastada para a floresta por um tarado sexual que me violou duas vezes!
- Como assim duas vezes? Só te violei uma vez!
- Pois, mas é que normalmente só chego a casa por volta das 6 e ainda só são 4:30 !...

 

- Sabes como se faz para um bébé deixar de chorar?
- Põe-se mais vaselina!

 

Estava uma rapariga a tomar banho, o irmão bate à porta pois queria ir fazer uma mijinha.
- Agora não podes estou a tomar banho!
- Mas oh mana, eu estou mesmo à rasca!...
- Mas eu estou aqui toda nua, não podes entrar.
- Eu 'tou mesmo à rasquinha! Prometo que não olho para ti! E depois, és minha irmã, eu não ia faltar-te ao respeito, não é?
Depois de tanta insistência a rapariga acedeu ao pedido de irmão, só que este não cumpriu o que tinha prometido olhou para e irmã e ao vê-la toda nua, não resistiu aos seus encantos, e ... Pimba...
Ao meio do acto diz ele:
- Ai mana, és tão boa, és dez vezes melhor que a mamã!
- Eu sei, o papá tambem já me disse o mesmo!
- Porra! Não me fales mais desse cabrão que ainda agora estou com o cu a arder!.....

 

Havia um homem cuja vida não podia correr melhor, tinha um cargo de sub-director numa empresa multinacional, era casado com uma mulher de sonho, tinha uma casa de campo espectacular, um carro que era um estrondo ...
Sei lá, o gajo devia ser o homem mais feliz do mundo.
Certo dia, depois de receber a notícia que a casa de campo ardera num incendio florestal e de ter passado uma manhã inteira na companhia de seguros a tratar do assunto, ao chegar ao emprego recebe a notícia da secretária que tinha sido despedido. Ao tentar tirar satisfações com o director soube que esse estava fora , supostamente em negócios.
Resolve ir para casa contar à mulher o sucedido, só que quando chega à garagem , apercebe-se que lhe tinham roubado o carro.
Vai de autocarro para casa e qual nao é o seu espanto quando ao chegar a casa se depara com uma carta da mulher explicando-lhe que afinal, ela era o tal negócio que o patrão estava a tratar... A sua vida tinha levado uma volta de 180 graus.
Não pensou mais, ia suicidar-se!
Saiu de casa sem rumo e subiu ao telhado do prédio mais alto que encontrou disposto a saltar.
Quando lá chegou qual não é o espanto dele, quando lá vê um homem de cabelo e barba grisalha, vestido de vermelho.
O homem pergunta-lhe o que lá estava a fazer e o suicida conta-lhe como a vida dele se tinha alterado nas últimas 24 horas.
- Não te preocupes, eu posso ajudar-te!
- Como assim, ajudar-me?
- Eu sou o Pai Natal, posso fazer tudo! Mas a minha ajuda vai ter um preço.
- Ai sim? E que é que vou ter de pagar?
- Não, não é dinheiro, sabes, é que lá no Polo Norte, a vida é muito solitária, há muito que não pratico sexo. Se me fizeres um *PIIIIIIIII* (alfinete de peito), prometo que te ajudo.
O homem fez caras, mas realmente que tinha ele a perder? Resolveu fazer esse favor ao Pai Natal.
No fim do serviço prestado, pergunta o Pai Natal:
- Então amigo, afinal que idade tens tu?
- Eu tenho 47 anos, porquê?
- Hmmmm, e tu, com 47 anos ainda acreditas no Pai Natal?

Estavam duas moscas em cima de um monte de excrementos (estou a falar bem ou não estou?), e vira-se uma para a outra :
- Olha , acabei agora mesmo de me lembrar de uma anedota !
- Só espero é que não seja umas dessas porcas que eu agora estou a comer !

 

Sabem o que é que anda na floresta, tem duas mamas e 14 testículos ?
A Branca de neve e os setes anões !

 

Estava um homem muito descançado num parque de estacionamento entre dois carros a verter águas, até que lhe aparece outro que fica a olhar para ele. Depois de olhar durante um bocado pergunta ao outro com uma voz muito meiga :
- Posso fazer-lhe uma festinha ?
- Ai so me faltava cá mais esta agora ... Vai-te embora.
- Ande lá, só uma festinha, vai ver que se calhar até gosta.
- 'Tás aqui 'tás a levar, vê lá mas é se desapareces antes que eu te dê uns murros.
- Deixe-me fazer só uma festinhae eu depois vou embora, prometo que não o chateio mais....
- Pronto está bem, faz lá a festa mas depois desapareces !
Então ele com muito cuidado lá pega no pirilau do homem e de repente começa a apertar, a torcer e a puxar e desata aos berros :
- Isto é ... para tu ...aprenderes ... a nunca mais ... mijares para cima ... dos pneus ... do ... meu ... carro !!!

 

Havia um homenzinho que estava numa reunião muito elegante, onde haviam muitas celebridades que ele estava desejoso de conhecer. E ele então, para meter conversa chega-se ao pé de um actor famoso e oferece-lhe um charuto. Só que ele estava cheio de azar porque o tal actor não estava para aturar ninguém naquele dia:
- Obrigado, mas eu deixei de fumar!
O homenzinho não estava com vontade de desistir e perguntou-lhe se então não lhe poderia pagar um copo. Ao que ele respondeu :
- Obrigado, mas é que eu deixei de beber!
- Deixe-me ao menos apresentar-lhe a minha esposa !
- Obrigado, mas não ! Eu também deixei de .......

 

Uma mulher vai ao médico para este lhe receitar um remédio para a impotência do marido. Ele receita-lhe umas gotas só que se engana e na prescrição escreve 30 gotas no lugar de 3.
No outro dia aparece lá a senhora.
- Então Dona Amélia? De novo por aqui? Não me diga que o remédio não deu resultado.
- Deu, deu ! Vinha agora era pedir uma espécie de antídoto que é para ver se os homens da funerária conseguem fechar o caixão...

 

Pai e filho vão sentados num autocarro cheio, entra uma senhora e o pai diz ao filho para ele se levantar e dar o lugar à senhora. Como o filho começa a torcer o nariz o homem não tem outro remédio senão levantar-se ele para dar o lugar.
Quando chegam ao fim da viagem diz o pai :
- Ouve lá, tu não tens vergonha? Foi essa a educação que eu te dei? Porque é que não te levantaste quando eu te disse para dar o lugar à senhora?
- Ora essa, se não és tu que tens uma foto com a mãe em que ela está de pé e tu estás ali sentadinho que nem um fidalgo ...
- Pois é. Mas é que quando tirámos essa fotografia, estávamos casados há quatro dias, nem a tua mãe se podia sentar, nem eu me tinha de pé !

 

- Mamã, eu não gosto da avó!
- Manelzinho, a avó faz-te bem ...
- Mas mãezinha, eu não gosto da avó !
- Pronto, 'tá bem ! Come só o raio das batatas e deixa a carne.

 

- Mãezita ... Pede a avó para me pôr a fazer xixi ...
- Não é preciso filho, eu ponho !
- Nããããoo ! Eu quero a avózinha !
- Mas porquê ? Não a mesma coisa ?
- Não, a mão da avó treme muito mais .....